Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Sabe interpretar corretamente um rótulo? O que procura quando o analisa? 

rótulo.png

 

 

Hoje em dia, já muita gente se preocupa em ler um rótulo mas nem todas as pessoas procuram as informações certas ou dão valor ao que realmente importa. Neste artigo vou dar o meu ponto de vista em relação a esta temática.

 

Quando vou ao supermercado e olho para o rótulo de um alimento, foco-me sobretudo nos ingredientes (quantidade de aditivos, sal, açúcar adicionado, gorduras adicionadas...); nos hidratos de carbono, guiando-me pela percentagem de dose diária recomendada (rejeito quando a percentagem "dos quais açúcares" é muito elevada comparativamente com os restantes); nas gorduras, recusando alimentos ricos em gorduras saturadas; na quantidade de fibra, se for um alimento suscetível de ser rico em fibra prefiro os que a possuem em maior quantidade; e na riqueza em proteínas (quanto mais melhor, mas claro que essa quantidade depende muito do alimento em questão e da necessidade de proteínas de cada um). Tenho atenção também à quantidade de sódio, que em bom português corresponde ao teor de sal que o alimento contém. 

 

Gosto particularmente dos rótulos que utilizam sistema de cores que nos permite ver rapidamente se as quantidades de nutrientes/componentes são excessivas ou não: 

 

semáforo.jpg

 

 

Se há coisa que não gosto é de olhar para as calorias! A quantidade de calorias depende muito do tipo de alimento e, como é obvio, um alimento rico em hidratos de carbono de absorção lenta (produtos integrais, por exemplo) possuem muito mais calorias e nem por isso são os piores aliados da dieta! O ideal é preferir alimentos balanceados no teor de açúcares e gorduras; rico, se possível, em sais minerais, vitaminas e fibras; e baixo em sal.

 

Outra coisa que  considero importante e que considero que muita gente tem dúvidas é em relação à expressão: "sem açúcar adicionado". Esta expressão não quer dizer que o alimento é melhor ou pior que outros, diz apenas que à matéria-prima inicial não foi adicionado açúcar (o que não impede que ela já seja extramamente rica em açúcares), além de que o facto de não ter sido adicionado açúcar pode querer dizer que foram adicionadas elevadas quantidades de edulcorantes artificiais, alguns deles já associados a disturbios metabólicos. Em relação aos edulcorantes, e já que toquei no assunto, prefira a Stevia ao aspartame e a outros mais utilizados pois esta primeira é um adoçante natural que provém de uma planta e que é tida como uma boa alternativa ao açúcar e aos adoçantes convencionais. 

 

stevia.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

"You can, you should, and if you're brave enough to start, you will" - Stephen King




Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D